soma brave new world song order soma online xtrememac soma bt review

how to write a prescription for valium buy valium does valium help a headache

soma residences 1045 mission st san francisco soma carisoprodol manisa soma özel hastanesi

valium und alkohol t¶dlich buy valium online take valium with vicodin

buy valium online Springfield buy valium online valium roche rezeptfrei

effects of ambien on sleep apnea buy ambien online ambien buy Richardson

what happens if you accidentally take two phentermine cheap phentermine phentermine 37.5 ml

valium controlled drug uk valium generic costa rica pharmacy valium

is lemon balm extract like valium valium diazepam valium 5mg nebenwirkungen

tramadol with clonazepam buy tramadol online tramadol effect on liver enzymes

Museu Histórico foi o símbolo do “Novembro Azul” em Campo Largo

Comunidade - 04/12/2017 às 7h11

Diversas ações dedicadas à prevenção do câncer de próstata são realizadas durante o mês de novembro. Assim como ocorre na campanha “Outubro Rosa”, quando a prevenção ao câncer de mama ganha destaque, o “Novembro Azul” visa divulgar a importância de prevenir o câncer de próstata através da realização de exames. Em Campo Largo, o Museu Histórico localizado na Praça Getúlio Vargas foi o símbolo da campanha. A Cocel (Companhia Campolarguense de Energia) mudou toda a iluminação do local para chamar a atenção para esta causa.

Dados do Inca (Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva) apontam que no Brasil o câncer de próstata é o segundo mais comum em homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma), e que em 2017 mais de 60 mil novos casos de câncer de próstata serão diagnosticados. O dado mais impressionante é que se descoberta precocemente, a doença tem 90% de chances de cura.

Museu Histórico de Campo Largo com a iluminação azul feita pela Cocel para o Novembro Azul

Mais informação, menos preconceito

Sérgio Evers, médico do trabalho da Cocel, ressalta que a detecção precoce da doença aumenta muito as chances de cura total. Ele indica que todos os homens a partir dos 40 anos façam exames preventivos com urologista anualmente. “Quanto maior a demora em descobrir o problema, maior a mortalidade”, destaca.

Evers percebeu uma grande mudança no comportamento dos homens nos últimos anos, quando as campanhas de conscientização ficaram mais intensas e frequentes. Médico há quarenta anos, ele conta que “antigamente era uma dificuldade enorme para que os exames fossem realizados, encaravam com muita reserva, hoje é raro quem tenha resistência”.

Três exames devem ser realizados preventivamente: toque retal, exame de sangue PSA (antígeno prostático específico) e ultrassonografia das vias urinárias, próstata, bexiga e rins. O toque retal, exame a que tantos resistem, é imprescindível. “O toque retal é insubstituível, dá ao médico a percepção exata do tamanho e da consistência da próstata”, esclarece Evers.

As campanhas de conscientização são de extrema importância na prevenção do câncer de próstata. O médico do trabalho indica que as empresas estimulem a prevenção por meio de palestras, cartazes e outras formas de comunicação durante todo o ano, especialmente nos meses que antecedem o “Novembro Azul”, para que os homens realizem os exames no mês símbolo da campanha – quando a rede de saúde pública costuma oferecer acesso facilitado aos exames.

Para saber mais sobre a prevenção ao câncer de próstata clique no link a seguir:

Prevenção ao câncer de próstata

04/12/17

Seu navegador está desatualizado!

Atualize seu navegador para ver este site corretamente.Atualizar meu navegador agora

×