soma plant in rig veda soma online soma shooting san francisco

soma de dois irracionais soma online soma carafe

do xanax bars look like generic xanax xanax addiction risk

innehГҐll tramadol buy tramadol tramadol withdrawal forums

soma mellei order soma assistir o filme a soma de todos os medos

what does tramadol do to humans tramadol 50mg usos tramadol clorhidrato

xanax and mitral valve prolapse generic xanax alcohol xanax sleep

can i take ambien with phentermine buy ambien no prescription ambien hypertension

shokugeki no soma 26 mcanime buy soma online como calcular a soma de um quadrado

online pharmacy reviews valium valium generic effects of 2mg valium

Bandeira tarifária de escassez hídrica estará em vigor até abril de 2022

Bandeiras Tarifárias - 01/09/2021 às 6h08

A Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL e o Ministério de Minas e Energia anunciaram na terça-feira (31) a criação de uma nova bandeira tarifária para as faturas de energia – a “bandeira de escassez hídrica”. Esta bandeira representa condições ainda mais críticas de geração de energia que as sinalizadas pela bandeira vermelha no segundo patamar, que estava em vigor desde junho.

A nova bandeira representa uma cobrança adicional de R$ 0,14 para cada quilowatt-hora consumido. Como incidem impostos e tributos sobre este valor (como o ICMS), a cobrança adicional chega aos R$ 0,21 para cada kWh consumido.

A bandeira tarifária de escassez hídrica estará vigente entre 1º de setembro de 2021 e abril de 2022, de acordo com anúncio feito pela ANEEL, afetando todos os consumidores do mercado cativo das distribuidoras. Apenas os consumidores do estado de Roraima (que não integram o Sistema Interligado Nacional – SIN) e consumidores cadastrados na Tarifa Social de Energia Elétrica estão isentos da nova cobrança. Para os consumidores com Tarifa Social continua valendo a cobrança adicional da bandeira anunciada mensalmente pela agência reguladora.

A nova bandeira tarifária foi criada por determinação da Câmara de Regras Excepcionais para Gestão Hidroenergética (CREG) – órgão criado em 28/06 pelo Governo Federal por meio de edição da Medida Provisória 1055/2021. O CREG tem o objetivo de estabelecer medidas emergenciais para a otimização do uso dos recursos hidroenergéticos e enfrentamento da atual situação de escassez hídrica – considerada a pior em 91 anos.

Mais informações sobre a bandeira tarifária de escassez hídrica podem ser consultadas no site da ANEEL: bit.ly/2WBFEUM

Fonte: site ANEEL

01/09/2021