what is the lowest effective dose of ambien buy ambien online ambien buy College Station

can xanax be taken with acetaminophen buy xanax minias e xanax insieme

coronavirus usa map coronavirus drug chloroquine coronavirus uk schools shut

soma brood echt buy soma soma hava durumu bugün

how much does 50 mg tramadol sell for on the street tramadol 50mg 100mg tramadol in pregnancy

δοσολογια amoxil για παιδια buy amoxicillin online amoxil dose in cats

diff©rence entre temesta et valium valium online no prescription buy valium online Lewisville

viagra cialis deutschland buy viagra levitra viagra equivalents

ambien 40 weeks pregnant cheap ambien ambien muscle relaxers

tramadol online Maine buy tramadol tramadol as a blood thinner

Bandeira tarifária amarela está em vigor no mês de outubro

Bandeiras Tarifárias - 01/10/2019 às 8h59

Após dois meses consecutivos com bandeira vermelha no primeiro patamar, a bandeira tarifária amarela volta a estar em vigor no mês de outubro – representando um acréscimo de R$ 0,023 para cada quilowatt-hora (kWh) consumido, já incluindo os impostos. De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL, responsável pelo Sistema de Bandeiras Tarifárias, a mudança na bandeira foi determinada pela previsão hidrológica para o mês, que sinaliza a elevação do nível de água dos principais reservatórios de hidrelétricas.

Como durante o mês de setembro esteve em vigor a bandeira tarifária vermelha no primeiro patamar, que representa acréscimo de R$0,061 por kWh consumido, a cobrança é proporcional na fatura de outubro conforme a data de leitura de cada unidade consumidora. Por exemplo, na unidade onde a leitura será realizada em 10/10 (período de consumo compreendido entre 10/09 a 10/10), serão cobrados proporcionalmente 20 dias com bandeira vermelha (10/09 a 30/09) e 10 dias com bandeira amarela (01 a 10/10/19).

O Sistema de Bandeiras Tarifárias é totalmente regulamentado pela ANEEL e é válido para todos os estados que fazem parte do Sistema Integrado Nacional (SIN). As distribuidoras de energia não possuem qualquer gerenciamento sobre este Sistema – todo o valor arrecadado é repassado ao Ministério de Minas e Energia, através da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Fonte: site ANEEL

01/10/2019

Seu navegador está desatualizado!

Atualize seu navegador para ver este site corretamente.Atualizar meu navegador agora

×